Ensino remoto e presencial: como o Marista Centro-Norte está usando a plataforma Teams em uma nova realidade de aprendizagem híbrida

Alunos podem acompanhar as aulas presenciais ou a transmissão ao vivo do que está sendo apresentado em sala diretamente de suas casas 

10 de dezembro de 2020 – A tecnologia se fez ainda mais presente na educação ao longo deste ano por conta do desafio de manter a rotina de aula para os estudantes dos níveis Primário, Fundamental e Médio, bem como nas universidades ao redor do país. Nas unidades do Marista Centro-Norte não foi diferente e a experiência dos meses de ensino remoto fez com que a rede de colégios retomasse recentemente as aulas presenciais com ensino híbrido baseado em Teams, plataforma de comunicação e colaboração da Microsoft, e passasse a planejar o futuro com a tecnologia dentro das salas de aula física e online.  

De acordo com Deysiane Pontes, coordenadora educacional do Marista Centro-Norte, a ideia é expandir o espaço escolar para o ambiente virtual. No modelo de ensino híbrido, enquanto alguns alunos têm suas aulas presencialmente, outros assistem às aulas de casa com transmissão ao vivo via Teams. Dessa maneira, quem está remoto segue acompanhando o mesmo ritmo e conteúdo de quem está na sala de aula presencialmente.  

“Nas unidades em que retomamos este modelo vem dando muito certo e tem boa receptividade entre os nossos alunos. Atualmente, estamos fazendo os planejamentos para 2021 já contando com o ensino híbrido como uma realidade em boa parte do ano letivo”, comenta Deysiane. 

A decisão de retomada para as unidades presenciais só foi tomada após pesquisa com os pais ou responsáveis pelos estudantes e a satisfação com o modelo híbrido vem sendo acompanhada por meio de avaliação diagnóstica.  

Ao todo, foram 19 unidades da rede, em 14 estados do país, que adotaram a tecnologia no início do ano e que ofereceram treinamentos para os professores, alunos e para a equipe administrativa se adaptarem à plataforma. Após reformulação de carga horária para os níveis de ensino, bem como o cadastro de 33 mil alunos para o acesso ao Teams, o Marista retomou as aulas em modelo remoto, com forte atuação em aulas ao vivo, ainda no fim de março, e só foi adotar o modelo híbrido em setembro. “O que nos levou ao uso da tecnologia foi que os alunos precisavam de muito apoio emocional e, sem a socialização presencial, entendemos que era preciso investir em aulas ao vivo mescladas com atividades offline. Assim, fornecemos o contato com os estudantes da melhor forma possível. Com isso, e toda a integração entre o nosso setor educacional e o de tecnologia, conseguimos ter sucesso com a modalidade remota”, comenta Pontes.  

Além dos programas de formação para utilização da plataforma, Pontes também conta que o Marista identificou um avanço substancial no letramento digital de professores, gestores e dos estudantes, desde a educação infantil. “Fizemos uma verdadeira imersão digital nos últimos meses em todos os níveis com temas como usabilidade e segurança na internet. Assim, conseguimos trazer ainda mais conteúdo aos nossos estudantes, corpo docente e gestores”, finaliza Deysiane. 

Sobre o Marista Centro-Norte 

Rede de escolas, com 20 unidades particulares e 9 escolas sociais, presente em 16 estados e no Distrito Federal. Com projeto pastoral-pedagógico, voltado à educação integral e cristã, o Marista Centro-Norte oferece currículo inovador, com professores qualificados, recursos tecnológicos, metodologias diferenciadas e ensino e aprendizagem na Educação Básica. O protagonismo dos estudantes e os resultados deles, na vida e em avaliações e exames nacionais, demonstram o compromisso marista com a educação de qualidade e excelência.

Sobre a Microsoft

A Microsoft habilita a transformação digital na era da nuvem inteligente e da fronteira inteligente. Sua missão é empoderar cada pessoa e cada organização no planeta a conquistar mais. A empresa está no Brasil há 31 anos e é uma das 120 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975. Em 2019, a empresa investiu mais de R$ 48 milhões levando tecnologia gratuitamente para 2.038 ONGs no Brasil, beneficiando vários projetos sociais. Desde 2011, a Microsoft já apoiou mais de 7.100 startups no Brasil por meio de doações de mais de US$ 200 milhões em créditos de nuvem.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *