Maior Game Park do interior paulista destaca uso terapêutico dos jogos para autismo


No Expo D. Pedro, projeto social em parceria com a CPSXP, Instituto ITEA e NFCamp aborda a utilidade dos games para tratamentos de pessoas autistas

A Campinas Experience – CPSXP, primeiro e maior game park do interior de São Paulo voltado a fãs e profissionais de e-Sports e do universo gamer em Campinas, investe em um projeto social para demonstrar e debater o uso terapêutico dos jogos, com destaque para o tratamento do Transtorno do Espectro Autista.

O autismo ou Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição de saúde associada a dificuldades de comunicação e de interação social. Padrões de comportamentos repetitivos e restritivos também se relacionam ao autismo. Estima-se que existam hoje 2 milhões de pessoas diagnosticadas com TEA no Brasil.

A preocupação em realizar um projeto social aliado ao universo gamer levou a equipe da Campinas Experience – CPSXP a pesquisar a interação entre jogos e tratamentos terapêuticos. “Descobrimos que em muitos países há várias iniciativas voltadas a crianças com autismo”, diz Chuck Catani, organizador do game park. “Foi a partir daí que nos reunimos com neurocientistas e a equipe do ITEA com a proposta de dedicar um espaço de debate e demonstração durante a Campinas Experience – CPSXP.”

Nos 7 mil m2 do Expo D. Pedro, que recebe os visitantes da Campinas Experience – CPSXP nos dias 4 e 5 de abril, uma área de 60 m2 é reservada aos jogos e às técnicas aplicados ao tratamento de TEA. Também estão programados dois Painéis. “O primeiro vai reunir especialistas da Unicamp e da UFSCar para falar sobre a gameficação em tratamentos”, conta Catani. “O outro Painel vai abordar o uso dos jogos na inclusão de pessoas com TEA.”

Com mais de 20 anos de atuação em Campinas, o Instituto ITEA, que estará presente com sua equipe na Campinas Experience – CPSXP, realiza um trabalho multidisciplinar abrangendo 16 áreas, entre elas neurologia, psicologia, terapia ocupacional e fisioterapia. Além de diagnóstico, acompanhamento e tratamento, o trabalho envolve também inclusão nos ambientes escolares e de trabalho e outras ações sociais. O ITEA oferece ainda assessoria jurídica às famílias de pessoas com autismo.

Como integrante da equipe do ITEA, a pedagoga e psicóloga Mariana de Souza Pavan, especialista de Neuropsicologia aplicada à Neurologia Infantil, destaca o Neurofeedback, que combinado à utilização de jogos, permite treinar e regular as atividades cerebrais.

O treino por Neurofeedback se vale de uma tecnologia para captar os sinais cerebrais por meio de sensores (eletrodos). Enviados a um computador, os sinais são interpretados por um software que mostra o funcionamento do cérebro em tempo real.

“A forma como o cérebro funciona tem relação com nossos comportamentos, nossas emoções, a maneira como aprendemos, pensamos e nos relacionamos com o mundo. No Neurofeedback, treinamos o cérebro a fim de mudar os padrões das suas ondas elétricas e, com isso, melhorar todas essas funções”, afirma Mariana Pavan.

Um dos games utilizados no Neurofeedback é o Pacman, o conhecido “come-come”. “O Pacman só se move quando o cérebro atinge os objetivos do treinamento. Isso faz com que ele experimente formas diferentes de funcionar e, assim, consiga mudar os seus padrões de funcionamento”, diz.

Os benefícios para as pessoas com autismo, segundo Mariana Pavan, são notáveis. “Há, por exemplo, a diminuição da hipersensibilidade e da irritabilidade”, observa. “Também conseguimos capacitá-las para interagir com meio externo e ter melhor sociabilidade”, afirma.

Estrutura da Campinas Experience – CPSXP

Para um público estimado em 10 mil visitantes nos dois dias do evento, a Campinas Experience – CPSXP vai instalar duas arenas e outros locais para jogos, como LOL, FIFA, Fortnite e CSGO, nos 7 mil m2 do Expo D. Pedro. No site do evento será possível inscrever equipes para participar dos campeonatos que terão premiação para os melhores colocados.

Na área de Arcades, o game park vai disponibilizar consoles e fliperamas antigos, além de jogos da atualidade em computadores, que poderão ser testados pelos visitantes.

Na Academia Gaming haverá painéis, palestras e bate-papos com executivos, produtores, designers, roteiristas e empreendedores do mercado de e-Sports.

Na área Cosplay, os fãs poderão alugar roupas de seus personagens favoritos, fazer maquiagem, desfilar e participar da premiação de melhor cosplay ao final do evento. Em cinco lojas também será possível adquirir produtos.

No espaço Chef Player, o visitante terá à escolha cardápios veggie, vegan, pizza, hambúrguer, sorvete, churros, entre outras opções.

Ingressos

Os ingressos do 1º lote do evento já estão à venda. O combo para os dois dias custa R$ 120,00. No site, é possível comprar ingressos separados para cada dia e também opções de meia entrada.

Informações: www.cpsxp.com.br

Informações para a imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *