Bike Sampa inaugura 18 novas estações dentro da USP

Expansão do serviço de bicicletas compartilhadas na Cidade Universitária atenderá 5 mil, facilitando também o deslocamento de estudantes na cidade

São Paulo, março de 2020 – O Bike Sampa, sistema de bicicletas compartilhadas operado pela Tembici e patrocinado pelo Itaú Unibanco, inaugura, em 5 de março, 18 novas estações na capital paulista, desta vez no campus da Universidade de São Paulo (USP), zona oeste da cidade.

A expectativa é que cerca de 5 mil pessoas utilizem o sistema de bikes compartilhadas diariamente. Segundo Maurício Villar, COO da Tembici, cada vez mais o Bike Sampa passará a ocupar pontos estratégicos da cidade. “A expansão desse serviço na USP é um marco muito importante para nós, e a nossa expectativa com essas novas estações é conseguir atender cada vez mais pessoas”, comemora Villar.

A bicicleta está presente na vida dos paulistanos, principalmente durante a semana, em deslocamentos de até 3 km de distância. “Comparando 2018 e 2019, por exemplo, foi registrado o aumento de 141% no número de viagens no Bike Sampa. Hoje, a mobilidade urbana é uma das nossas principais causas, e nossa atuação está voltada para fomentar as iniciativas que contribuam para a formulação de políticas públicas que promovam a bicicleta como meio de transporte”, diz Luciana Nicola, superintendente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú Unibanco.

Para utilizar o serviço, é necessário realizar o cadastro pelo site www.bikeitau.com ou pelo App Bike Itaú. Os preços vão de R$8, para o plano de uso diário, a R$160, para o plano anual. As novas estações do Bike Sampa estarão na USP, nos seguintes endereços:

243

Bancos/Reitoria

AV. PROF. LUCIANO GUALBERTO, 600. NA PRAÇA DOS BANCOS EM FRENTE AO BANCO DO BRASIL

244

Metrô Butantã

Rua Engenheiro Bianor, em frente ao número 50 / esquina com Av. Vital Brasil

245

P1

Praça Professor Reinaldo Porchat, em frente a Academia de Polícia e próximo ao Portão 1 da USP

246

Portão CPTM

Av. Professor Mello Moraes, próximo ao acesso à estação Cidade Universitária da CPTM

247

CEPE

Estacionamento em frente a entrada do Centro de Práticas Esportivas da USP

248

Biblioteca Brasiliana

Av. Luciano Gualberto, em frente à entrada de trás da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin USP

249

Bandejão Central

R. DO ANFITEATRO, PRÓXIMO À ESQUINA COM A R. DA PRAÇA DO RELÓGIO

250

Bandejão Química

Av. Lineu Prestes, entrada do Bandejão da Química USP

251

FEA

Av. Luciano Gualberto, em frente ao número 908 / Faculdade de Economia e Administração da USP

252

Psicologia

Av. Prof. Mello Moraes, estacionamento da Psicologia USP / atrás do ponto de ônibus ‘Praça do Relógio’

253

Biênio POLI

Travessa 2, estacionamento do prédio do Bienio da Escola Politécnica da USP

255

Bandejão Física

Travessa R, na entrada para o Bandejão da Física USP

256

Bandejão Prefeitura

Av. Almeida Prado, em frente ao número 1280 / próximo a entrada da Prefeitura USP

257

Hospital Universitário

Av. Lineu Prestes, próximo ao número 2565 / próximo ao ponto de ônibus do Hospital Universitário USP

258

Odontologia

Av. Prof. Lineu Prestes, próximo ao número 2227 / Odontologia USP, próximo ao ponto de ônibus da odontologia

259

Vila Indiana

Av. Lineu Prestes, oposto ao número 1374 / próximo ao acesso Vila Indiana

260

P3

Atrás da praça 5, ponto de ônibus do P3. Perpendicular à rua Professor Marques de Paiva, em frente à rotatória

Com presença em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador e Grande Recife, além de Santiago, no Chile, e Buenos Aires, na Argentina, a Tembici é uma empresa latino-americana que nasceu na USP, e voltar à universidade tem um significado especial. “Em 2009, a partir do meu TCC, criei o Pedalusp, uma iniciativa para o desenvolvimento e implementação de um sistema de bicicletas compartilhadas dentro da Universidade de São Paulo. Durante anos, eu e meus sócios enfrentamos diversos desafios para inserir a bicicleta nos centros urbanos, até que, em 2017, adquirimos e começamos a gerenciar os principais projetos de bicicletas compartilhadas do Brasil. Entregar estas 20 estações na USP era uma das minhas metas e, finalmente, estou realizando”, conclui Villar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *