Artesãos relatam oportunidade e renovação ao participar do e-commerce “Terrartesã”

A plataforma de e-commerce “Terrartesã”, criada pelo Grupo Mulheres do Brasil, é composta por artesãos cearenses que apresentam para o público a cultura do artesanato local. O projeto tem como principal intuito disponibilizar um espaço online para impulsionar e incentivar a comercialização de diferentes produtos. A iniciativa não tem fins lucrativos e tem sua renda aplicada na própria manutenção do projeto. 

Para a líder do Comitê de artesanato do Grupo Mulheres do Brasil – Núcleo de Fortaleza, Ethel Whitehurst, o projeto surgiu como uma nova oportunidade de venda para os profissionais. “Nós já trabalhamos há três anos com as rendeiras de Aquiraz, levando o trabalho realizado por elas para feiras e eventos, orientando também nas coleções produzidas. Agora, as rendeiras, como também outros artesãos, participam do nosso e-commerce, sendo um passo para que eles possam comercializar seus produtos”, explica.

Além da plataforma, alguns participantes do “Terrartesã” são integrantes de outros projetos sociais do grupo, como o “Dona de mim”, fundo que oferece microcrédito para micro e pequenas empresas. A rendeira Gracimar Dantas conta que o Grupo Mulheres do Brasil e seus projetos a auxiliaram em um momento de dificuldade profissional. “Quando o Mulheres do Brasil chegou para nós, a situação estava muito crítica. Nesta pandemia, estávamos praticamente sem vendas, então o e-commerce veio em um momento em que realmente necessário. Com o dinheiro disponibilizado pelo ‘Dona de Mim’, comprei material e estou produzindo para vender ainda mais peças futuramente. Sou muito grata, o projeto veio para melhorar mais ainda nossas vidas”.

Alan Cruz participou do projeto “Rede dos Sonhos”, que capacita internos do Sistema Presidiário realizado no CPPL 4, ensinando artesanato como crochê e rendas de Tenerife. Agora, ele também é um dos participantes que compõem o e-commerce. “O grupo me ajudou bastante lá dentro do sistema e foi uma oportunidade única. Me esforcei ao máximo para ganhar a minha oportunidade e ser reconhecido. Hoje sou microempreendedor, produzindo e vendendo minhas rendas de Tenerife”.

Para conhecer o “Terrartesã”, basta acessar o site www.terrartesa.com.br e o Instagram do projeto (@terrartesa).

Terrartesã

A plataforma de e-commerce do Grupo Mulheres do Brasil tem como intuito estender para todo o país a possibilidade de conhecer e apoiar o trabalho de milhares de artesãos que se dedicam a essa preciosa arte que precisa ser valorizada para preservar suas raízes, mas com cuidadosa curadoria para que também dissemine modernidade, qualidade e estilo. O projeto foi lançado inicialmente com a disponibilização de produtos feitos no Ceará, de onde serão contemplados o trabalho de rendeiras da Federação de Cooperativas, Associações do Ceará (Fecarce) e também fruto da profissionalização de internas e internos do sistema prisional.

Sobre o Grupo Mulheres do Brasil

Composto por mais de 70 mil mulheres oriundas de vários segmentos, organizadas em núcleos espalhados em todo o Brasil e em alguns países do mundo, o grupo tem como propósito construir um Brasil melhor a partir do protagonismo feminino. Trabalha ativamente em conjunto com outras organizações e engajando suas integrantes para discutir, propor e realizar ações em temas ligados à educação, empreendedorismo, igualdade de gênero e racial, combate à violência contra a mulher e outros temas de interesse social. Tem uma agenda propositiva com planos de ação 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *