PLATAFORMA “A MODA PELA ÁGUA” COMEMORA PRIMEIRO CICLO DO PROJETO COM SUMMIT EM FORMATO WEBINAR DEVIDO AO COVID-19

Em formato online, encontro virtual irá conectar profissionais e empresas da indústria da moda para refletir e encontrar soluções que promovam a gestão responsável do recurso hídrico

A plataforma “A Moda Pela Água irá apresentar em formato webinar, o seu primeiro Summit, em conclusão ao ciclo 1 do projeto. A transmissão em rede, via internet irá ao ar em 27 de março. O novo formato remoto confirma as mudanças necessárias frente à atual situação desafiadora em que nos encontramos além de promover a redução de emissão de gases de efeito estufa. O webinar será gratuito e a ideia é disseminar informações importantes sobre o papel da moda hoje, em rede.

“A Moda Pela Água”, plataforma lançada pelo Movimento ECOERA em maio de 2019, tem como missão abrir a agenda das empresas para a gestão responsável do recurso hídrico. Idealizado pela especialista em moda e sustentabilidade Chiara Gadaleta a AMPA promoveu encontros mensais com debates e participação de profissionais do setor, nos quais foram abordados temas relacionados ao projeto por cada marca. As empresas participantes se tornaram “Guardiãs da Água na Moda”. São elas: Marisa, Vicunha, Farm, Sou de Algodão, Grupo Lunelli, ABIT, Damyller e ECOERA. “O Ciclo 1 da AMPA promoveu diálogos, estimulando as empresas Guardiãs a olharem com mais propriedade para o consumo da água no setor têxtil. A plataforma conseguiu unir empresas concorrentes com o mesmo objetivo: falar sobre a sustentabilidade e a preservação do meio-ambiente. “A união do setor é o único caminho possível para uma moda mais transparente e responsável,” afirma Chiara.

Iniciativas foram implementadas com a evolução do projeto, inédito no Brasil, e o jeans se tornou um porta voz de boas notícias na moda nacional. Em 2019, a fabricante têxtil Vicunha, em parceria com a Marisa, lançou uma coleção de jeans que usa menos água no processo de fabricação. Certificada pelo selo Eco Cycle, as empresas garantiram a redução do consumo de água nos processos de criação do jeans em até 95%, e também a diminuição de matéria prima virgem, com o uso de fibras recicladas.

A carioca Farm lançou uma coleção permanente intitulada Re-Farm, com a proposta de ter em sua composição 100% do algodão brasileiro com certificações da ABR – Algodão Brasileiro Responsável. A marca também possui certificados do GreenScreen, que garante uma lavagem com químicos que não agridem o meio ambiente. Essas ações economizam no total 47% de água, 46% de energia, 36% de horas de trabalho e 1,3 kgs de CO2. A Damyller,, outra Guardiã criou a linha Ecodamyller, onde há zero descarte de água na produção, com tecnologias que eliminam substâncias nocivas à natureza e marcações à laser que reduzem o uso de químicos.

O evento online mediado por Chiara irá contar com a participação da imprensa, agentes do terceiro setor e consumidores finais em busca de informações, inspirações e direcionamentos para os próximos passos rumo à uma jornada responsável e transparente para o mercado da moda no Brasil.

Para cadastro e acompanhamento do Webinar, acesse:

Agenda Summit da Água na Moda

Dia: 27/03/2019, sexta-feira

9:00: Abertura do evento: Chiara Gadaleta mostra uma fotografia da situação atual na moda e no mundo.

9:45: Apresentação: A importância na agenda 2030 – Carlo Pereira, Diretor Executivo do Pacto Global ONU Brasil.

10h: Painel “A Moda e o Meio Ambiente: Sustentabilidade, seus mitos, possibilidades e promessas”, com ciclo vivo, Jackson Araújo (Trama Afetiva), Chiara Gadaleta, Silvana Holzmeister (Harper’s Bazaar) e mediação de Andrea Vialli.

10h50: Apresentação Projetos Guardiãs.

Painel “O setor unido em prol de uma causa” com Lojas Marisa, Damyller, FARM, Abrapa, ABIT, Vicunha Lunelli, DelRio e YD Confecções.

12h: Painel “A Moda e suas alternativas para os micros plásticos” com Giuliana Moreira (GT Água/ ONU Pacto Global), Malu Ribeiro (SOS Mata Atlântica), José Guilherme Teixeira (Cotton Move), Angelo Lima (Observatório das Águas), Flavia Aranha (Flavia Aranha), Antonio Queiroz (assistente executivo da presidência – CETESB) e mediação de Chiara Gadaleta.

12h45: Apresentação Manifesto “Sou de Algodão”

13h-14h: Pausa

14h: Painel “Parcerias inovadoras em prol da Água na Moda” com Marcel Yoshimi Imaizumi (Vicunha) e mediação de Marussia Whately (Instituto Água e Saneamento).

14h30: Painel “Rastreabilidade”: Início de uma moda transparente” com Claudio Bicudo (H20Company), Juliana Picoli (Fundação Getúlio Vargas), Marcio Portocarrero (Abrapa), Dari Santos (Instituto Alinha) e mediação de Chiara Gadaleta.

15h15: Chantal Brissac fala sobre o “Caminho das Águas” na revista 29 horas (Versão Online).

15h30: Encerramento com Chiara Gadaleta e os próximos passos da Plataforma “A Moda Pela Água”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *